Após pedido atendido, Valorize alerta que áreas comuns em condomínios devem ser usadas com responsabilidade

Blog Acessos: 726

condomínio com área de lazerApós solicitação da Valorize Administradora de Condomínios, o Governo de Rondônia editou novo decreto e flexibilizou o uso de áreas comuns e de lazer em condomínios.

O Decreto n. 25.605, de 3 de dezembro de 2020, prevê que as atividades nas áreas comuns de condomínios e residenciais não estão proibidas nas localidades enquadradas na Terceira Fase, como é o caso de Porto Velho/RO, desde que não impliquem em aglomerações, sendo permitida a capacidade máxima de 50%. Caberá ao síndico(a) a fiscalização e cumprimento das regras.

“Queremos agradecer ao Governo de Rondônia, na pessoa do secretário-chefe da Casa Civil, Gonçalves Júnior, que foi sensível ao nosso pedido e por entender a realidade dos condomínios para essa adequação”, registrou o diretor-geral da Valorize, Gabriel Tomasete.

No entanto, Tomasete alertou aos síndicos e síndicas que a flexibilização do uso das áreas comuns não significa um afrouxamento das medidas necessárias para evitar o contágio pelo novo coronavírus. “Como defendemos desde o início da pandemia, a proteção individual e coletiva da saúde é prioridade absoluta. Os espaços comuns e de lazer devem ser utilizados com muita responsabilidade e, mesmo diante da recomendação de uso de até 50% da capacidade dessas áreas, temos orientado os nossos clientes a realizar o agendamento das mesmas, para que sejam usadas somente por uma família por vez e sem descuidar do uso de máscara e higienização das mãos e dos ambientes ”, enfatizou.

Reforço

A solicitação realizada pela Valorize ao Estado, no último dia 30, contou com o reforço do Grupo Pensar Rondônia, após reunião com a Diretoria da empresa.

Na ocasião, Tomasete foi convidado pelo representante do Grupo, o empresário Francisco Holanda, a integrar o movimento que tem atuado junto ao Governo e diversos segmentos na indicação de soluções para temas urgentes e relevantes que interessam à coletividade, especialmente no atual contexto de pandemia.

Valorize Administradora de Condomínios
Foto: ilustrativa

Imprimir